Arquivos
 10/07/2016 a 16/07/2016
 12/04/2015 a 18/04/2015
 22/03/2015 a 28/03/2015
 15/03/2015 a 21/03/2015
 01/03/2015 a 07/03/2015
 22/02/2015 a 28/02/2015
 15/02/2015 a 21/02/2015
 01/02/2015 a 07/02/2015
 25/01/2015 a 31/01/2015
 18/01/2015 a 24/01/2015
 04/01/2015 a 10/01/2015
 30/11/2014 a 06/12/2014
 16/11/2014 a 22/11/2014
 02/11/2014 a 08/11/2014
 26/10/2014 a 01/11/2014
 14/09/2014 a 20/09/2014
 31/08/2014 a 06/09/2014
 20/07/2014 a 26/07/2014
 13/07/2014 a 19/07/2014
 06/07/2014 a 12/07/2014
 08/06/2014 a 14/06/2014
 04/05/2014 a 10/05/2014
 20/04/2014 a 26/04/2014
 16/03/2014 a 22/03/2014
 02/03/2014 a 08/03/2014
 23/02/2014 a 01/03/2014
 29/12/2013 a 04/01/2014
 08/09/2013 a 14/09/2013
 21/07/2013 a 27/07/2013
 07/07/2013 a 13/07/2013
 05/05/2013 a 11/05/2013
 31/03/2013 a 06/04/2013
 17/03/2013 a 23/03/2013
 16/12/2012 a 22/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 23/09/2012 a 29/09/2012
 29/07/2012 a 04/08/2012
 15/07/2012 a 21/07/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 15/04/2012 a 21/04/2012
 18/03/2012 a 24/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 19/02/2012 a 25/02/2012
 16/10/2011 a 22/10/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 09/08/2009 a 15/08/2009
 05/07/2009 a 11/07/2009
 10/05/2009 a 16/05/2009
 29/06/2008 a 05/07/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 03/12/2006 a 09/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Rock Brado
 


Discos estranhos da coleção do Eremita – 4

 

 

Quebrando uma longa tradição desta seção, desta vez temos um disco em que não há a participação do Phil Collins. Este é relativamente recente. Foi lançado em 1997, mas o Eremita só soube de sua existência no ano passado, quando comprou um exemplar em uma banca de saldão de CDs (custou menos de cinco cervejas!). É um Tributo aos Beatles, gravado pelo Rick Wakeman. Como o Eremita é fã dos dois, a primeira idéia que veio à sua cabeça quando pegou o disco foi: “Uau!”. A segunda foi: “os deuses do Rock resolveram dirigir um pouco da sua luz para a cabeça do Eremita. Beatles e Wakeman juntos em um CD, que ainda por cima está em oferta!”. A próxima parte da história foi a audição do potencialmente melhor disco dos últimos tempos. Resultado: humm...

 

O que aconteceu? Por que não vários deslumbrados “uaus” e sim um decepcionado “humm...”. Tem um termo que está meio fora de moda, mas que serve para descrever parte do disco: “musak”. Musak, em uma canhestra descrição eremística, é aquele tipo de música instrumental, só de covers de canções famosas, às vezes orquestrada, às vezes só nos teclados, que a gente houve em consultórios e elevadores. O Eremita é traumatizado pelo musak, porque foi a trilha sonora de longas e sofridas esperas na ante-sala do seu dentista (quer dizer, do dentista do Eremita e não do seu dentista, leitor. É, esse mau jeito com as palavras explica as notas baixas do Eremita em Língua Portuguesa por anos a fio. A fio? Que será que é isso, a fio?). Voltemos ao disco. Infelizmente, o tributo do Rick Wakeman foi, na maior parte das faixas, uma versão instrumental das faixas originais, sem grande inspiração, incluindo os solos. Nenhuma ousadia. Nenhuma magia. Porém, cabe a ressalva - nem todas beiram o musak. Tem coisa pior. Algumas são mais para o dançante, tipo “Hooked on classics” (lembram dessa droga?)! Vamos lá, Eremita, pense em quem está envolvido no disco. Wakeman, Beatles. Não se salva nada? Pouca coisa. “Help”, “While my guitar gently weeps” e “Blackbird” são as mais interessantes, com arranjos mais lentos e orquestrais...e, por que não dizer, caprichados. De qualquer forma, não é exatamente um disco de Rock Progressivo. É um disco estranho, no mau sentido.

 

 

A capa merece um parágrafo à parte. Não poderia ser mais cafona. Se alguém tascasse nela um título do tipo “Os maiores sucessos da Churrascaria Orgulho Gaúcho, interpretados por Francisnaldo Eduxandre e seu teclado” ninguém estranharia. Fortíssima concorrente à capa mais ridícula de todos os tempos. Esse disco saiu no Brasil, em 1998, pela Movieplay (MV-138), que teve o bom senso de mudar a capa. Acertou, pois a nacional ficou melhor, o que não também não dá para sair comemorando, porque qualquer coisa ganharia da original.  Em contrapartida, a Movieplay omitiu qualquer outra informação, trazendo somente os títulos das faixas. Para os detalhistas, vai aí a banda de apoio: Fraser Thorneycroft-Smith (guitarra); Phil Laughlin (baixo) e Stuart Sawney (programação da bateria eletrônica). Recomendado apenas para aqueles que gostam de freqüentar salas de espera, elevadores e dentistas.



Escrito por cucci às 22h56
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]