Arquivos
 10/07/2016 a 16/07/2016
 12/04/2015 a 18/04/2015
 22/03/2015 a 28/03/2015
 15/03/2015 a 21/03/2015
 01/03/2015 a 07/03/2015
 22/02/2015 a 28/02/2015
 15/02/2015 a 21/02/2015
 01/02/2015 a 07/02/2015
 25/01/2015 a 31/01/2015
 18/01/2015 a 24/01/2015
 04/01/2015 a 10/01/2015
 30/11/2014 a 06/12/2014
 16/11/2014 a 22/11/2014
 02/11/2014 a 08/11/2014
 26/10/2014 a 01/11/2014
 14/09/2014 a 20/09/2014
 31/08/2014 a 06/09/2014
 20/07/2014 a 26/07/2014
 13/07/2014 a 19/07/2014
 06/07/2014 a 12/07/2014
 08/06/2014 a 14/06/2014
 04/05/2014 a 10/05/2014
 20/04/2014 a 26/04/2014
 16/03/2014 a 22/03/2014
 02/03/2014 a 08/03/2014
 23/02/2014 a 01/03/2014
 29/12/2013 a 04/01/2014
 08/09/2013 a 14/09/2013
 21/07/2013 a 27/07/2013
 07/07/2013 a 13/07/2013
 05/05/2013 a 11/05/2013
 31/03/2013 a 06/04/2013
 17/03/2013 a 23/03/2013
 16/12/2012 a 22/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 23/09/2012 a 29/09/2012
 29/07/2012 a 04/08/2012
 15/07/2012 a 21/07/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 15/04/2012 a 21/04/2012
 18/03/2012 a 24/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 19/02/2012 a 25/02/2012
 16/10/2011 a 22/10/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 09/08/2009 a 15/08/2009
 05/07/2009 a 11/07/2009
 10/05/2009 a 16/05/2009
 29/06/2008 a 05/07/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 03/12/2006 a 09/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Rock Brado
 


Você é uma aberração?

 

Já temos doze candidatos. Um pior que o outro. Ou, olhando do jeito otimista, um melhor do que o outro. Se você acha que a lista até agora não tem nenhuma aberração tão grande assim, mande uma foto colorida (com a língua para dentro, por favor) porque estou precisando de candidatos. Quanto mais melhor, pois o patrocinador me paga pela quantidade e o meu estoque de esquisitões está quase acabando.



Escrito por cucci às 17h23
[] [envie esta mensagem
]





Clichês cinematográficos abomináveis e insuportáveis - 3

 

Evitar clichês é algo muito difícil. Em nossas conversas citamos o tempo todo frases feitas como “falar é fácil”, “soltei os cachorros” e “estou num beco sem saída” (sempre tive dúvida se não há uma redundância aí – existem becos com saída?). Na hora de escrever, é difícil escapar de coisas como “era uma pessoa fria e calculista” ou “é preciso encarar de frente” (como se fosse possível encarar de lado). Na publicidade, apesar da altíssima densidade de profissionais gênios, os clichês abundam, como “no aniversário das Lojas do Tratante, quem ganha o presente é você”, ou “experimente o novo creme hidratante Rebolo. Porque você merece”. O cinema, então, é uma fonte inesgotável (êpa, olhaí um clichê! Desculpem, escapou!) de clichês, que não escapam aos olhos sagazes d’O Eremita. Já fazia tempo que eu não listava novos exemplos, então, vamos lá:

(1) o personagem está fugindo e acha que despistou seu perseguidor. Vê uma porta aberta e corre para lá para se refugiar. Ele fecha a porta olhando para fora, para se certificar que não há ninguém se aproximando. Quando a porta é fechada, quem estava atrás dela? Surpresa! O perseguidor! Perseguidores são assim, rápidos e silenciosos. Também costumam adivinhar o que o perseguido vai fazer: “é óbvio que a minha vítima, mesmo correndo assustada e desorientada, vai entrar bem naquela porta, então vou dar a volta e ficar ali esperando. Ou então, vou aproveitar que sou mais rápido e silencioso e acabar com minha vítima agora mesmo. Não, não. Acho melhor ir mesmo para trás da porta”;

(2) depois de muita luta, o herói consegue matar o vilão. Aí ele vai até o outro personagem do bem que está ali do lado, o abraça e fala: “Calma, acabou tudo. Vamos para casa”. Só que os vilões nunca morrem na primeira vez. Sempre há uma reserva de energia que faz com que eles tenham um último espasmo e ainda façam alguma maldade, como disparar (com uma pontaria admirável para quem está moribundo) ou tentar esfaquear, ou qualquer outra ação que exija que o herói vá lá, tenha que se esforçar, fazer mais alguma coisa heroica e acabar de vez com o vilão;

(3) este tem em todo filme de terror/suspense. Lá vai o personagem do bem, tentando fugir do malvado. O que surge? Ah, sim, uma porta. O do bem entra, só que vai caminhando de costas, lentamente, com aquela cara de assustado, sem saber se se livrou mesmo do perigo. Até que ele esbarra em algo. Ah, sim, é alguma vítima que estava lá pendurada e dá mais um susto no personagem do bem;

(4) um pequeno grupo está fugindo. Pode ser de um lugar que vai explodir, ou de uma turba enfurecida, mas com certa vantagem territorial. Aí alguém cai. Ou porque não aguenta mais ou porque se machuca seriamente. De forma magnânima ele grita para o resto do pessoal: “Continuem! Salvem-se! Deixem-me aqui”. É lógico que o herói não vai fazer isso e dará um jeito de carregar o ferido. Existe uma variação desse clichê: às vezes, o ferido é deixado para trás. Ele não morre, é claro, senão ia ficar mal para o herói. Depois que os demais do grupo se salvaram, ele reaparece no final, em bom estado e todo feliz, dando uma explicação pouco convincente, do tipo “na hora H fui içado por uma ave gigante, que me largou aqui pertinho” ou então “descobri que sou imune à lava”.

 

 



Escrito por cucci às 17h21
[] [envie esta mensagem
]





Delírios, devaneios e deambulações d’O Eremita – tudo revelado, sem precisar de delações!

 

Em mais uma audaciosa empreitada, O Eremita reuniu as postagens deste gomalinado blog entre 2007 e 2014. Está tudo em um único arquivo, passível de download. Para obtê-lo não é preciso dar propinas ou subornar ninguém – é grátis, a partir do site abaixo:

http://www.4shared.com/folder/7ER-cWo1/Textos_dO_Eremita.html



Escrito por cucci às 16h10
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]